• Principal Operadora Turística

Paris, Restaurantes históricos


O termo restaurante vem do francês restaurant que significa restaurador.

No século XVI, nas pousadas e tabernas, uma sopa era servida aos doentes e aos frequentadores, como uma maneira de restaurar sua saúde e repor as energias, daí o nome de "comida restauradora".

Essa maneira de servir uma refeição, foi legalizada em 1786 para que os donos das pousadas e tabernas pudessem vender suas receitas de sopas.

Inaugurado em 1582, o mais antigo de Paris, próximo a Pont de la Tournelle, que liga a Rive Gauche à Ile Saint Louis, um dos mais bonitos e tradicionais restaurantes e com uma belíssima vista de Paris.

Uma antiga taverna no "Quai de la Tournelle", que supostamente foi frequentada pelo rei Henrique IV de França.

Fazer um refeição no Tour d’Argent é sempre um acontecimento feliz, pela gentileza do pessoal, pelos detalhes que nos proporcionam prazer e pela qualidade da cozinha. E se estamos nas mesas próximas da janela, temos a vista da Notre Dame, do Sena e de Paris para adicionar algo mais.


O Tour d’Argent é mais que um restaurante histórico, ele adquiriu o status de mito.

É um dos poucos restaurantes que oferece, como sobremesa, uma perfeita e deliciosa crepre suzette. Crepres preparadas diante do cliente, perfumadas com os licores Mandarine Impériale e Cointreau e flambadas com conhaque Grand Marnier. Elas são ligeiramente crocantes e temperadas no ponto exato da perfeição.

O restaurante não é econômico, mas no almoço eles oferecem um menu com entrada+prato+sobremesa por 105 euros.



La Closerie des Lilas

O jovem, Hemingway morava em um pequeno apartamento no Quartier Latin, e se encantava quando ia ao hoje histórico "La Closerie des Lilas", que recebeu personagens mais que ilustres como Verlaine, Picasso, Gide, Cézanne, Rimbaud, Fitzgerald, Sartre entre outros.


Fica em uma esquina, como a magia de um sonho, no fim do Boulevard de Montparnasse. É um desses lugares que você vai para comer, curtir o ambiente lembrar de grandes artistas e perpetuar a tradição em bebericar ao som de um piano entre o petisco e a refeição. Escritores e poetas românticos, escreveram alguns de seus versos e artigos sentados a mesas deste local.

La Closerie des Lilas oferece a culinária típica de brasserie francesa. Pratos como Langoustines justes nacrées, filé de pregado vermelho, vitela com molho de trufas ou um prato tradicional de marisco.

Afinal, como diria em seu romance Scott Fitzgerald,

"Suave é a noite"


"Se você teve a sorte de viver em Paris, quando jovem, sua presença continuará a acompanhá-lo pelo resto da vida, onde quer que você esteja, porque Paris é uma festa ambulante." (Hemingway)


Se deseja receber um roteiro para este destino, clique aqui



58 visualizações0 comentário
Cadastur logo.png
2days-cameltrekResultado.jpg
Mondavia_by_Principal_Operadora_Turísti
Tailandia.jpg.png